Album

Plugado

Plugado

Data de Lançamento : 22 / jun / 1995
  1. Amanhã
  2. Bete Morreu
  3. Bota Pra Fudê
  4. Gotham City
  5. Só O Fim
  6. Correndo Sem Parar
  7. Cidade Bunda
  8. Rock Das “Aranha”
  9. Medley (Negue / Farinha Do Desprezo / Canalha / Metrô Linha 743 / Babilina / O Chevette da Menina / Brand New Cadillac)
  10. Rosto E Aeroportos
  11. Zé Coice De Mula Contra Rubão Bebê
  12. Silvia
  13. Eu Não Matei Joana D’arc
  14. Medley (Be Bop A Lula / E Nós Aqui Forrumbando / Pastor João E A Igreja Invisível / Simca Chambord / Whole Lotta Shakin’ Goin’ On)

Letras

Bota Pra Fudê

(Marcelo Nova)

Se você correu tantas vezes atrás de fantasmas
Que tão covardes não souberam nem ao mesmo lhe assustar
Se já dançou encurralado no meio de tanto chuva
E nenhuma gota foi capaz de lhe molhar

Então bota pra fudê, bota pra fudê
Sobre o leite derramado não há muito o que fazer
Então bota pra fudê, bota pra fudê
Se você não ganhou nada não tem nada pra perder

Que coisa é essa estampada em sua face
Você levou a vida inteira pra encontrar
E se não tem mais nada aqui que valha a pena
Levaram tudo antes de você chegar

Então bota pra fudê, bota pra fudê
Sobre o leite derramado não há muito o que fazer
Então bota pra fudê, bota pra fudê
Se você não ganhou nada não tem nada pra perder

Se nada acontece, a vida então se repete
Como um filme da TV que você pensou que nunca mais ia mudar
Se as suas perguntas quase nunca têm resposta
Mas tem sempre a mesma bosta pra você pisar

Então bota pra fudê, bota pra fudê
Sobre o leite derramado não há muito o que fazer
Então bota pra fudê, bota pra fudê
Se você não ganhou nada não tem nada pra perder

Bota pra fudê, bota pra fudê
Sobre o leite derramado não há muito o que fazer
Então bota pra fudê, bota pra fudê
Se você não ganhou nada não tem nada pra perder

Bota pra fudê, bota pra fudê
Sobre o leite derramado não há muito o que fazer
Bota pra fudê, bota pra fudê
Se você não ganhou nada não tem nada pra perder

Cidade Bunda

(Marcelo Nova)

A tensão aumenta e nada é o que aparenta
Aqui na cidade bunda
O cão late pra roda e Márcia segue a moda
Na cidade bunda

O ontem não importa, o negócio é agora
A modelo é tão linda com os peitos de fora
E todo mundo é ligado, e todo mundo é esperto
E ninguém sabe entretanto qual caminho é o certo

Aqui na cidade bunda, não dá pé quando se afunda
Aqui na cidade bunda, o prazer é raso e a dor profunda
Mas na cidade bunda eu tô perdendo, na cidade bunda eu tô morrendo
Na cidade bunda eu tô vivendo o meu melhor pesadelo

Na sexta é fenomenal mas na segunda tá mal
Na cidade bunda
As ruas não cabem mais, os carros todos iguais
Desta cidade bunda

O garoto morreu, ele foi massacrado
A camisa que ele usava era do time errado
E há um abutre faminto em todo lugar que eu vou
Já sou o meu próprio espantalho, mas ele nem se assustou

Aqui na cidade bunda, não dá pé quando se afunda
Aqui na cidade bunda, o prazer é raso e a dor profunda
Mas na cidade bunda eu tô correndo, na cidade bunda eu tô perdendo
Na cidade bunda eu tô vivendo o meu melhor pesadelo

A tensão aumenta e nada é o que aparenta
Na cidade bunda
O cão late pra roda e Márcia segue a moda
Na cidade bunda

O garoto morreu, ele foi massacrado
A camisa que ele usava era do time errado
E há um abutre faminto em todo lugar que eu vou
Já sou o meu próprio espantalho, mas ele nem se assustou

Aqui na cidade bunda, não dá pé quando se afunda
Aqui na cidade bunda, o prazer é raso e a dor profunda
Mas na cidade bunda eu tô correndo, na cidade bunda eu tô perdendo
Na cidade bunda eu tô vivendo o meu melhor pesadelo

Rock Das “Aranha”

(Raul Seixas / Cláudio Roberto)

Eu subi no muro do quintal
E vi uma transa que não é normal
E ninguém vai acreditar
Eu vi duas “mulher” botando aranha pra brigar

Duas aranhas, duas aranhas
Duas aranhas, duas aranhas

Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

O meu corpo todo se tremeu
E nem a minha cobra entendeu
Como é que pode duas aranhas se esfregando
Eu tô sabendo alguma coisa tá faltando

É minha cobra, cobra criada
É minha cobra, cobra criada

Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

Deve ter uma boa explicação
O que é que estas aranhas estão fazendo ali no chão
Uma em cima a outra embaixo
E minha cobra perguntando “Onde é que eu me encaixo?”

É minha cobra, cobra criada
É minha cobra, cobra criada

Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

Mas eu soltei a cobra e ela foi direto
Foi pro meio das aranhas pra mostrar como é que é certo
Cobra com aranha é que dá pé
Aranha com aranha sempre deu em jacaré

É minha cobra, cobra criada
É minha cobra, cobra criada

Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

É o rock das “aranha”, é o rock das “aranha”
É o rock das “aranha”, é o rock das “aranha”
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

Zé Coice De Mula Contra Rubão Bebê

(Marcelo Nova)

Eu vou pra casa eu vou ver na TV
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê
Eu vou pra casa eu não posso perder
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê

Quando vim da Paraíba veio Zé Coice de Mula
Seu peso era galo e seu punho certeiro
Se tornou campeão na luta com Valdemar
O levando ao nocaute no assalto primeiro

Eu vou pra casa eu vou ver na TV
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê
Eu vou pra casa eu não posso perder
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê

Quando Chiquinho Maluco venceu Zé Coice de Mula
Ele caiu três vezes mas em todas levantou
Quebrou dente e supercílio, mas ainda assim jabeou
E só não ganhou a luta porque o juiz roubou

Eu vou pra casa eu vou ver na TV
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê
Eu vou pra casa eu não posso perder
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê

Foi uma surra do Zé que fez Didico morrer
Jorrava sangue adoidado, ninguém quis interromper
O Zé já tentou parar, às vezes pensa esquecer
Mas o nome do jogo é apanhar e bater

Eu vou pra casa eu vou ver na TV
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê
Eu vou pra casa eu não posso perder
Tem Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê

Amanhã // Camisa de Vênus - Plugado
  1. Amanhã // Camisa de Vênus - Plugado
  2. Bete Morreu // Camisa de Vênus - Plugado
  3. Bota Pra Fudê // Camisa de Vênus - Plugado
  4. Gotham City // Camisa de Vênus - Plugado
  5. Só O Fim // Camisa de Vênus - Plugado
  6. Correndo Sem Parar // Camisa de Vênus - Plugado
  7. Cidade Bunda // Camisa de Vênus - Plugado
  8. Rock Das “Aranha” // Camisa de Vênus - Plugado
  9. Medley (Negue / Farinha Do Desprezo / Canalha / Metrô Linha 743 / Babilina / O Chevette da Menina / Brand New Cadillac) // Camisa de Vênus - Plugado
  10. Rosto E Aeroportos // Camisa de Vênus - Plugado
  11. Zé Coice De Mula Contra Rubão Bebê // Camisa de Vênus - Plugado
  12. Silvia // Camisa de Vênus - Plugado
  13. Eu Não Matei Joana D’arc // Camisa de Vênus - Plugado
  14. Medley (Be Bop A Lula / E Nós Aqui Forrumbando / Pastor João E A Igreja Invisível / Simca Chambord / Whole Lotta Shakin’ Goin’ On) // Camisa de Vênus - Plugado