Album

Viva

Viva

Data de Lançamento : 17 / jun / 1986
  1. Eu Não Matei Joana D’Arc
  2. Hoje
  3. Homem Forte
  4. Solução Final
  5. Rotina
  6. My Way
  7. Bete Morreu
  8. Silvia
  9. Metástase
  10. O Adventista

Letras

Homem Forte

(Marcelo Nova / Karl Hummel)

Homem forte todos diziam
O seu poder, todos sabiam
Ele não é vulnerável
Nada pode lhe machucar

Homem forte, homem forte, homem forte

Falando em qualquer dialeto
Calado, tenso, pensando quieto
Ele não se dobra
Fechado em si próprio

Homem forte, homem forte, homem forte

Despreza o azar ignora a sorte
Brinca com a vida, brinca com a morte
Nada lhe amedronta
Nada pode lhe deter

Homem forte, homem forte, homem forte

Quando a dor se mistura ao frio
Na madrugada o imenso vazio
Na lembrança suas crianças
Ele enxuga as lágrimas

Homem forte, homem forte, homem forte

Solução Final

(Marcelo Nova / Karl Hummel)

A situação está insustentável
Mas temos que seguir em frente
Compre dólares no câmbio negro
E vamos celebrar a grandeza do ocidente

Há tantos mísseis na Europa
Não demore vamos logo aproveitar
Será demais, será ultra-moderno
Viver um romance nuclear

Tão banal a solução final
É tão banal a solução final

Poderemos checar in loco
Se são direitos os humanos nos U.S.A
Entornaremos toda essa coca – cola
Sempre protegidos pela lei

Logo estaremos milionários
Traficando quilos de cultura
Depois é só pedir asilo
Numa dessas ditaduras

Tão banal a solução final
É tão banal a solução final

Poderemos checar in loco
Se são direitos os humanos nos U.S.A
Entornaremos toda essa coca – cola
Sempre protegidos pela lei

Logo estaremos milionários
Traficando quilos de cultura
Depois é só pedir asilo
Numa dessas ditaduras

Tão banal a solução final
Mas é tão banal a solução final

Tão banal…

Rotina

(Marcelo Nova / Karl Hummel / Gustavo Mullem)

Amanheceu eu já acordei
Eu escovo os meus dentes, eu estou OK
Água fria no meio da cara
Corta o bode e você não para

Na rua eu compro um jornal
Dou uma olhada quando fecha o sinal
Impostos, taxas, um horror
Morreu o candidato a governador

E pra você
O quê?
Não, não pare
O quê?

Trabalho sempre com decência
Pra melhorar a minha aparência
Aperta o nó da minha gravata
Mas eu estou chegando na hora exata

Odeio relógio de ponto
As paranóias depois eu conto
Alô, senhor, muito bom dia!
Desde ontem a gente não se via.

E pra você
O quê?
Não, não pare
O quê?

Agora pode descansar
Tem uma hora para almoçar
É melhor um café lá da esquina
Do que a comida desta cantina

A tarde passa devagar
Aqui na cela do oitavo andar
Todos com cara de doente
Quando termina o expediente

E pra você
O quê?
Não, não pare
O quê?

O que nós temos pra diversão
Guardas, freiras, mendigos no chão
Não deu certo, peça divórcio
Ou compre um carro pelo consórcio

Meter a mão no dinheiro é crime
Quando não se joga no outro time
Trabalhe sempre como um jumento
Mês que vem talvez saia aumento

E pra você
O quê?
Não, não pare
O quê?

My Way

(Anka / François / Revaux / Thimbault / Marcelo Nova)

E agora que o fim está perto e eu encaro este momento
Meus amigos eu vou confessar os meus pecados e sentimentos
Vivi a mil por hora e por caminhos que eu nem lembro agora
E mais, bem mais eu sei, I did it my way

Remorsos eu tenho alguns, mas mesmo assim são muito poucos
Eu fiz o que tinha que fazer enquanto vocês gritavam bota pra fudê
Eu planejei cada jogada, cada trepada por esta estrada
E mais, bem mais eu sei, I dit it my way

Naqueles tempos eu era um menino
Que já sabia do meu destino
E caminhando de norte a sul, eu vi muita gente tomar no cu
Eu entendi e não esqueci, I dit it my way

Amei, sorri, chorei, me entreguei ao meu trabalho
E agora que passou o tempo eu acho chato, chato, chato pra caralho
Não ter o que prometer e não saber mais o que fazer
Oh não, oh não, I dit it my way

Pra que serve o homem, o que é que ele tem?
Ou é um puta barão ou um João Ninguém
Fazer as coisas que desejou, comer as mulheres com que sonhou
Eu me fudi, mas resisti, and dit it my way

Silvia

(Marcelo Nova / Robério Santana)

Você me diz que não tá mais saindo
Mas eu desconfio que você tá me traindo
Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha

Vive dizendo que me tem carinho
Mas eu vi você com a mão no pau do vizinho
Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha

Todo homem que sabe o que quer
Pega o pau pra bater na mulher
Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha

Vive dizendo que tá numa boa
Mas veio pra São Paulo dar massagem em coroa
Ô Sílvia piranha
Ô Sílvia piranha

Você jura e repete que me tem amor
Mas eu lhe flagrei com um vibrador
Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha

Todo homem que sabe o que quer
Pega o pau pra bater na mulher
Sílvia, piranha
Sílvia, piranha

Quando eu chego em casa com essa cara de otário
Vejo o zelador lá dentro do armário
Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha

Eu acho mesmo que você não tem jeito
Pois até o leiteiro anda mamando em seu peito
Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha

Todo homem que sabe o que quer
Pega o pau pra bater na mulher
Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha

Ô Sílvia, piranha
Ô Sílvia, piranha
Ô sua puta

Eu Não Matei Joana D’Arc // Camisa De Vênus - Viva
  1. Eu Não Matei Joana D’Arc // Camisa De Vênus - Viva
  2. Hoje // Camisa De Vênus - Viva
  3. Homem Forte // Camisa De Vênus - Viva
  4. Solução Final // Camisa De Vênus - Viva
  5. Rotina // Camisa De Vênus - Viva
  6. My Way // Camisa De Vênus - Viva
  7. Bete Morreu // Camisa De Vênus - Viva
  8. Silvia // Camisa De Vênus - Viva
  9. Metástase // Camisa De Vênus - Viva
  10. O Adventista // Camisa De Vênus - Viva