Notícias

30 setembro 2014

O velho oeste digital

Artistas que possuem uma longa carreira dificilmente conseguem preservar suas obras e a si mesmo das influências de cada período pelos quais atravessaram. Ao longo dos anos, não foram poucas as tentações oferecidas pela indústria, produtores, empresários, mídia, como atalhos para a fama, para vender discos, para os mega shows, para o sucesso.

Em forma de maçãs, a disco, o funk, as programações eletrônicas, o hard rock de L.A., a world music, os acústicos, grunge, emo, gravar com o Olodum, mesmo o punk, e até as bermudinhas do Rio de Janeiro, prometeram o paraíso. Marcelo Nova caminhou desviando-se das serpentes, e mesmo pisando em toda essa lama, seus sapatos permaneceram limpos por todos esses mais de 30 anos.

Seu trabalho e sua postura mantiveram-no distante dos perigos de não manter sua obra coerentemente intacta. Marcelo Nova não fica chamando atenção para o seu trabalho porque ele possui embalagem atual, ele sempre é atual porque embala assuntos que não possuem associação com o tempo. Não se vê a motivação fugaz do momento. Suas letras, assim como os relógios de Dali, só fazem conexão com o tempo quando este é eterno.

Parafraseando-o, poderíamos chamar de envergadura moral, mas é algo mais complexo, que envolve envergadura musical, envergadura pessoal, pagando-se um preço altíssimo, que exigiu envergadura de pica dura.

Mas quando pensávamos que não haveria mais nenhuma placa apontando trânsito bom para o caminho mais fácil, eis que surge a internet. A rede mundial criada nas universidades americanas como uma nova forma de comunicação para ser utilizada em caso de um conflito atômico durante a guerra fria, transformou-se num território de guerra quente quando surgiram as redes sociais.

Mas nesse aspecto, Marceleza é uma gigantesca decepção para toda a população da ilha de Caras. No seu site, nos seus perfis oficiais, você encontra apenas uma coisa: profissionalismo. A utilização das diversas mídias para a divulgação da arte. Única e tão somente. Uma espécie de papel de bandido às avessas.

Os fãs do grande rocker acabam de ganhar um novo e remodelado espaço para se aproximar ainda mais do seu trabalho. Seu novo site ganhou em formato, conteúdo, e dinamismo. Moderado por Drake Nova de maneira elegante, como se o teclado do seu computador fosse um Fender Rhodes.

A internet, que para muitos é uma emboscada num desfiladeiro, para o rei do rock é mais uma estrada que galopa veloz, com os olhos voltados para o horizonte que escolheu. Marcelo Nova cruzou a rede de computadores sobre o seu cavalo, atirando para o alto como se acabasse de assaltar uma diligência. Novamente passa veloz por toda a lama, mas os cascos do seu corcel, e seus sapatos, continuam limpos.

Depois de quase uma década à frente do blog http://marcelonova.zip.net, sempre divulgando o trabalho de Marceleza com o olhar de um fã que falava para fãs, esse fora da lei foi convidado para escrever aqui no site oficial. Enquanto roubo gado ou troco tiros com o xerife, esse será nosso novo ponto de encontro. Aproveito para agradecer à todos que acessaram o blog ao longo desses anos e me ajudaram a torná-lo relevante. Mas principalmente, agradeço toda amizade e generosidade da família Nova.

Como num saloon, www.marcelonova.com oferece música boa, whisky contrabandeado, cantos escuros, fêmeas insinuantes, um bandido procurado, apostas impagáveis. Explore todo o seu conteúdo e aproveite ao máximo essa experiência.

Acesse, veja, olhe, ouça, leia, divirta-se. Vivo ou morto, você vai receber a recompensa.

17 Respostas

  1. Bruno César Preti Cintra

    Grande Capitaa,belo texto e boa sorte nessa grande jornada em continuar perpetuando em vias tecnológicas o trabalho do Marcelo Nova.Grande Abraço!

  2. enildo b gonzales

    agora sim me sinto feliz pois terei todas as informaçoes desse cara que aprendi a admirar la nos idos 80 e ate hj sou fa de carteirinha com certeza depois de raul e marceleza sem divida o sucessor grande abraço para todos.

  3. Adelson Santos

    Finalmente.Marceleza agora tem um site a altura da qualidade de sua obra e nós,fãs,temos onde encontrar informações verdadeiras.Parabéns pelo texto.

  4. Alexandre Pedrosa

    Alexandre Capitão, além de um grande amigo, independentemente da distância que o mundo nos trava, é uma das mais importantes peças de um quebra cabeça quando o assunto é a divulgação da obra de Marcelo Nova, além de uma capacidade indiscutível de seus textos, como este denominado “O Velho Oeste Digital”. Parabéns, meu irmão!

  5. Charles Flanders

    Excelente texto que traduz de forma inteligente, sensível e verídica a trajetória desse artista incomparável chamado Marcelo Nova. Parabéns Alexandre pois sei que a responsabilidade é grande!

  6. Ronaldo Belloti

    Belo texto Capitão , nada mais adequado pra começar o pontapé inicial nesse novo site , que diga – se está muito bem feito .
    Longa vida ao único rocker nesse país e que essa junção do site e blog possa trazer bons frutos .

  7. Leandro Avila

    Grande texto Xande. O Marcelo nao poderia ter convidado ninguem mais capaz de escrever um belo texto, com tanta propriedade do que fala. Abraco

  8. Zé Tarcísio

    Valeu, Capitão. Muitíssimo obrigado pelas informações no blog. Nunca fui muito de comentar, mas sempre o visitava e reconhecia o valor de seu trabalho. Certamente o acompanharei por aqui também. Ao Marcelo Nova, parabéns pelo site. Faz jus a verve do cantor. Vida longa a ambos!

  9. Leo Padilha

    Fã, admirador, e grande apreciador, da carreira e da obra desse cara!
    Espero amanhã dia 28/11/2014, aqui em Belém, mais uma vez poder viver ao vivo, claro como a luz, escuro como breu, parte da história viva dessa lenda!!! Vida longa à Marcelo Nova, Sir Nova, ou simplesmente Marceleza!!!

Deixe um Comentário

Claro Como A Luz (Escuro Como Breu) // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  1. Claro Como A Luz (Escuro Como Breu) // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  2. Inverno Impiedoso // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  3. Eu Lhe Vejo Em Sonhos // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  4. Anjo Doce Anjo // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  5. A Minha Inveja // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  6. Blue Eyes // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  7. O Nome Do Jogo // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  8. Temporada No Inferno // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  9. O Ódio Da Mão Que Afaga // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  10. Mistério Para Mim // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  11. Não Consigo Escapar De Você // Marcelo Nova - 12 Fêmeas
  12. Sinais De Fumaça // Marcelo Nova - 12 Fêmeas